Sambateado

Ala de destaque da Mocidade Alegre no Carnaval de São Paulo

Christiane Matallo é a criadora do "Sambateado", estilo que mistura o samba brasileiro com a técnica do sapateado americano que foi introduzido dentro da escola de samba Mocidade Alegre em 2006 no carnaval brasileiro.

"Sambateado"

A sapateadora e coreógrafa também desenvolveu um projeto social dentro da agremiação para a comunidade da Mocidade Alegre ministrando aulas de sapateado com elementos da cultura brasileira de 2007 a 2009.

No carnaval de 2008, a Escola de Samba Mocidade Alegre homenageou a cidade de São Paulo - com o enredo Bem-vindo a São Paulo. Sabe por quê? Porque São Paulo é Tudo de Bom!!! - e uma das grandes surpresas foi a Ala intitulada "Sapateia São Paulo" que contou com um grupo de 21 sapateadores. Eles representaram o sapateador e levaram para a avenida o glamour e a arte da dança do Estado de São Paulo, considerado um dos maiores centros de sapateado do mundo.

Desde 2005, Christiane organiza o Sapateia São Paulo, evento que reúne sapateadores do Brasil todo para comemorar o dia internacional do Sapateado, também conhecido como TAP DANCE (25 de maio). O Sapateia São Paulo acontece anualmente dentro do Parque do Ibirapuera e entre suas atividades, destaca-se a "sapateandança", um desfile de sapateadores acompanhados por integrantes da bateria da Escola de Samba Mocidade Alegre.

Christiane é uma das maiores representantes brasileira no cenário internacional do sapateado. Foi apelidada pela crítica americana de "Carmen Miranda do Tap", por ser a única mulher no mundo a tocar saxofone tenor e sapatear simultaneamente.

A intérprete fez uma performance inédita na história do carnaval brasileiro, com muito samba e percussão com os pés.

Confira momentos especiais!

SAMBATEADO É NOTÍCIA NACIONAL

"... Entre as inovações, a escola trouxe uma ala que misturou sapateado e samba. E combinou." Título: Mocidade Alegre fica a 0,25 ponto do título e é vice-campeã do carnaval paulista / O GLOBO ONLINE de 05 de fevereiro

"... Para mostrar as mil e uma opções culturais da cidade, a escola da zona norte levou para avenida gente fantasiada de quadros, de personagens de teatro, de música, de noite e de dança. Essa última ala era composta por dançarinas de sapateado. De longe não era possível ouvir o toque delicado dos sapatos no chão. O pulsar da bateria não deixava. Mas só de olhar a coreografia já era possível imaginar o som. A mistura deu um "sambateado", segundo a presidente da
escola". Título: Mocidade mistura samba e sapateado / ESTADO DE S. PAULO de 4 de fevereiro

"...São Paulo e diversas alas coreografadas (uma das mais aplaudidas trazia dançarinas de sapateado) -além dos carros gigantes." Título: Vai-Vai se destaca em noite de salada cultural / FOLHA DE S. PAULO de 4 de fevereiro

"A maioria das alas da Mocidade Alegre tinha coreografias. Uma das que mais chamou a atenção era formada por bailarinas que sambaram e dançaram durante todo o desfile. A presidente escola da Mocidade Alegre, Solange Bichara Rezende, disse que a escola criou o "sambateado". De acordo com ela, o grupo era formado por bailarinas profissionais e meninas da comunidade que fazem aula de dança." Título: Mocidade Alegre faz Anhembi entrar no ritmo da 'cidade que não pára' / GLOBO.COM / DIÁRIO DE SÃO PAULO de 3 de fevereiro.

"Uma ala da Mocidade Alegre traz o grupo de dança Tap Brasil, com 30 dançarinos que combinam samba com sapateado. Há pouco, algumas alas ficaram paradas por mais de um minuto, porque o desfile, até então corria de forma acelerada. Boa parte da arquibancada canta o enredo, mas o desfile não empolga tanto quanto o da Vai-Vai" / O GLOBO ONLINE de 3 de fevereiro/ Título: Mocidade Alegre tem ala de sapateado

"... Um grupo de dança irá mostrar a fusão do samba com o sapateado."FOLHA DE S. PAULO de 3 de fevereiro / Título: Mocidade Alegre exalta a cidade de São Paulo em enredo "A Mocidade Alegre vai apresentar uma novidade no Sambódromo. É o sambateado, uma mistura de samba com sapateado. Os 21 sapateadores da escola vão se unir à bateria, para marcar o ritmo da escola. A técnica foi desenvolvida pela coreógrafa Christiane Matallo. O sambateado é uma coisa mais brasileira, mais temperada e quente para se dançar " afirma. A técnica do sapateado é baseada na coreografia dos negros americanos e a escola deve ter sapateadores norte-americanos na avenida. A ala do sapateado vai ainda homenagear a São Paulo multicultural e a noite da capital paulista". Título: Mocidade Alegre vai apresentar o "sambateado na avenida" / BOM DIA SÃO PAULO de 1 de fevereiro.

Campeã do Carnaval de São Paulo de 2009!

clique para ver mais informações e fotos